sábado, 17 de março de 2012

Metro de Lisboa - Intervalo entre Comboios (2)


Já aqui tinha falado do novo modelo de exploração na linha verde (comboios de apenas 3 carruagens) e da redução da oferta na rede do Metropolitano de Lisboa (ML) e das consequências inevitáveis desta decisão.
Ontem, em comunicado, o ML esclarece os clientes que:
"
a oferta de transporte prestada pelo Metro em cada uma das suas quatro linhas é dimensionada em função de critérios de eficiência, segurança e racionalidade económica, tendo necessariamente em conta a variação da procura que é naturalmente diferente ao longo do dia e durante os fins-de-semana e feriados."

"
foram recentemente efetuados reajustes na exploração que passaram pela diminuição da velocidade de exploração e pela redução do número de carruagens em circulação."

Estou de acordo que se tivessem feito ajustes fora da hora de ponta e aos fins de semana e feriados. Não posso concordar de maneira nenhuma que se fizessem cortes na hora de ponta, com aumento do tempo de espera, com a redução de lugares e com a diminuição da velocidade de circulação.

"Assim, a exploração passou a ser realizada nas 4 linhas do seguinte modo:

1. Aos dias úteis, nas linhas azul, amarela e vermelha, os comboios circulam com composições de 6 carruagens desde as 06h30:

- até às 21h30 na linha Azul;

- até às 21h00 na linha Amarela;

- até às 20h30 na linha Vermelha.

A partir destas horas e até ao final de exploração (01h00) os comboios nestas linhas são reduzidos a composições de 3 carruagens.

3. Aos fins-de-semana e feriados, em todas as linhas, durante todo o dia, os comboios circulam com 3 carruagens."

Esta alteração peca por tardia, pois fazer circular comboios de 6 carruagens "vazios" era um perfeito desperdício.

"No que diz respeito à linha verde, convém esclarecer o seguinte:

- a redução do número de carruagens, teve como fim um ajuste da oferta à procura, numa lógica de otimização dos recursos e com base nos dados de procura de 2011, e tendo sempre presente as variações verificadas ao longo do dia;

- a redução do número de carruagens foi acompanhada pelo aumento do número de comboios a circularem no período de ponta da manhã, implicando uma redução do intervalo entre comboios neste período (ao contrário do referido na comunicação social, houve uma redução do intervalo de tempo entre comboios);"

Quem diariamente viaja na Linha Verde não pode de maneira nenhuma concordar que houve um aumento da oferta, com a diminuição do intervalo entre comboios. A percepção do Cliente é precisamente a oposta.

Seria interessante que, tal como na Linha Vermelha, nas restantes linhas já existisse informação do tempo de espera pelo próximo comboio, de modo a que os Clientes pudessem de facto verificar que esse tempo é inferior ao anteriormente praticado (4 minutos e 10 segundos).

Para terminar, deixo aqui um quadro comparativo entre os tempos de espera de de 2011 e os actuais.



Sem comentários:

Publicar um comentário